sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Novo álbum Igreja El-Betel

Para organizar melhor as coisas para o ano que vem, decidi unificar alguns álbuns da igreja que congrego. Assim, em um banner que fica ao lado, você poderá acessar todas as fotos que faço para a igreja.


A foto acima, o coração de pedra, foi feita em nossa última viagem missionária para a comunidade do Bico da Arará, na cidade de Caririaçu Itapiuna, Ceará. A imagem, me lembrou um dos versículos que encontramos na Bíblia.

"[...] Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações [...]" Hb 3.15

"Hoje não."

Parece que esta resposta virou padrão aos ouvidos de nós evangelistas. Depois de algum tempo falando coisas referentes ao reino de Deus, as pessoas simplesmente tratam as nossas palavras como se fosse um conversa em uma mesa de bar. O mais intrigante é que mesmo com os olhos cheios de lágrimas, mesmo Deus revelando intimidades daqueles que estão sendo evangelizados, o coração de pedra resiste.

Antigamente - hoje algumas vezes por indisciplina minha, fico chateado com o tempo que passei ali conversando com as pessoas sobre Deus. Mas quando tudo passa e aquela alma não se rende, lembro do versículo.

"Eu plantei; Apolo regou; mas Deus deu o crescimento." I Co 3.6
Talvez seja que, quando somos usados por Deus para falar coisas tão íntimas sobre as pessoas que só ela e Deus saberiam, de alguma forma, passamos a sentir o sofrimento de Deus por aquela alma. E isto nos faz sair frustrados as vezes. Entretanto, como diz no versículo acima, temos que, como bons evangelistas, termos a consciência de que nada podemos fazer além de deixar Deus nos usar naquele momento.


Sair tristes por não termos visto perante os nossos olhos, alguém se render a Cristo (o maior dos milagres), se por um lado é uma barra, por outro lado, encontramos gratificação em saber que Deus por alguns segundos, fez uso de nosso corpo, de nossa alma, de todo o nosso ser.

As pegadas de Cristo

Sim! Somos loucos! Deixamos nossas famílias, nossos afazeres, quem sabe nosso descanso para irmos a uma localidade desconhecida só pelo prazer de salvar vidas - pelo menos este deveria ser o real objetivo de todos.

No meu caso, geralmente tiro a manhã para fotografar a ação social e a tarde, quando dá, saiu para as ruas também para evangelizar. Mas mesmo dentro de quatro paredes, não vou ficar todos o tempo fotografando e entre uma foto e outra, a entrega de um panfleto, uma oração, um braço, tudo é válido.






O caminho

A estrada é um prato cheio para fazer algumas fotos. E embora o reflexo, a sujeira no vidro e os constantes solavancos atrapalhem muito as fotografias, as vezes dá certo.




Mais fotos

Adoro fotografar, por favor Senhor, não tire isto de mim. Posso até não está dando conta de pagar as contas, mas toda vez que eu me proponho a fotografar, é algo mágico. Devo lhes confessar um segredo - que deixará de ser agora né... Eu peço a Deus para sair pelas cidade pregando o evangelho de Cristo e fotografando cada cidade. Assim, Deus me ajudaria a vender as fotos, eu iria para uma outra cidade sem cobrar nada e isto iria virar um clico vicioso: Fotografar > Pregar > Fotografar > Pregar... Quem sabe um dia passo a viver no meu paraíso particular.













Para ver o álbum com a fotos de nossa última viagem e de todos os eventos da Igreja Batista El-Betel que eu fotografei, basta clicar aqui.

Lembrando que as fotos mais recentes ficam no final do álbum.

A paz do Senhor para todos.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

40 dias em jejum e oração

Talvez, o que você irá ler aqui, fará com que eu receba o singelo título de louco. Bom, já vou avisando: Sou louco por Cristo! Depois de um tempo em oração, Deus tocou em meu coração para reunir pessoas na busca de um propósito: Jejuar e orar por 40 dias em favor dos desempregados. Então, posso contar contigo?


Se você está desempregado e gostaria de receber oração por este propósito, então faça o seguinte:
  1. Compartilhe esta campanha com todos os seus amigos, estejam eles desempregados ou não;
  2. Mande o seu nome completo para o meu WhatsApp (85 98835 4345). Irei adicionar o seu número ao grupo de oração. Se tiver algum parente ou amigo desempregado, mande o nome dele completo também;
  3. Todos os dias, incluindo domingos e feriados do dia 27 de novembro de 2017 até 05 de janeiro de 2018, estarei dedicando uma hora de oração por todos, que a princípio será das 15h às 16h;
  4. Dedique você também este tempo e horário para ajudar na oração seja de sua casa ou onde estiver. Mas se não conseguir participar neste horário, faça em outro horário, mas que seja todos os dias durante uma hora.
E se estiver empregado mas estiver com tempo, ajude-nos com suas orações, Deus se agradará.


O que é uma oração?

Oração é uma conversa com Deus. Tente imaginar Deus ao seu lado, ou sentado em uma cadeira por exemplo. Comece exaltando o nome Dele. Depois fale o que está fazendo, qual o propósito dos seus quarenta dias de jejum e oração. Com a lista dos nomes no grupo, fale cada um deles e peça para que Deus consiga um emprego ou que alivie "o peso" que com certeza todos nós carregamos em uma situação destas.


Assim como muitos irmãos, eu também estou desempregado há mais ou menos dois anos. Vivo/ tento, tirar da fotografia o meu sustento (40Photos), que diga-se de passagem, não estou tendo o retorno esperado. Então, com tempo livre, decidi me dedicar as orações diárias. E foi em uma destas que fiz algo diferente: entreguei a minha própria oração a Deus. Quem sabe no grupo eu conte como cheguei a isto.

O que é jejum?

Quando falamos em jejum, o que vem a nossa mente é passar fome. Mas na Bíblia há diversas formas de jejuar. Tem a de quarenta dias feitos por Jesus por exemplo. Mas há também a de Daniel que retirava aquilo que ele mais gostava - parece que incluía até perfume. E em Isaías 58 está descrito o verdadeiro jejum. Bem, pelo visto, isto cabe uma outra postagem que farei depois.

Concluindo

Bom agora é com você. Siga as instruções lá em cima e vamos nos organizando para iniciarmos em breve. Que Deus nos conceda bênçãos e sua misericórdia.

A paz esteja com todos.

Lucas Filho

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

A batalha contra o diabo

Depois de muito tempo, ontem eu assisti ao filme: Quarto de guerra e recomendo para todos os irmãos. E o mais precioso, não é a fotografia, a direção, ou o figurino que, com certeza, passaram longe do tapete vermelho do Oscar. Mas a essência, a mensagem que Deus colocou nos frames desta modesta obra cinematográfica, pelo menos para muitos.


O filme em si é muito bem pensado. Mas se você não está familiarizado com a linguagem pentecostal talvez considere alguns diálogos difíceis de entender/ aceitar.

O poder da oração

O filme é sobre como as nossas vidas estão nas mãos de uma força maior e maligna que, se procurarmos na Bíblia, rege este mundo.
"Então o diabo o levou a um lugar muito alto e lhe mostrou, em uma fração de tempo, todos os reinos do mundo. E lhe propôs: “Eu te darei todo o poder sobre eles e toda a glória destes reinos, porque me foram entregues e tenho autoridade para doá-los a quem bem entender. Portanto, se prostrado me adorares, tudo isso será teu!” Contudo Jesus lhe afirmou: “Está escrito: ‘Ao Senhor teu Deus adorarás e só a Ele darás culto’”." (LC 4.5:8)
O diálogo acima, é entre Jesus Cristo e o diabo durante a tentação no deserto. Perceba que a frase: "porque me foram entregues[...]", denota que, o diabo, é o dono deste mundo.

Pode parecer meio estranho, simplesmente Deus entregar ao diabo logo a terra, lugar para o qual também somos, direi: enviados. A razão? Bem pergunte a Deus se tiver oportunidade.

A batalha é grande


Recentemente li alguns livretos da missão Portas Abertas, presente por eu ter ajudado no DIP. O primeiro tem como tema e título: Fé. O que ainda estou lendo: Oração. O primeiro é mais voltado para a perseguição que todos nós passamos e diga-se de passagem, muitos de nós só lembramos dos irmãos no Oriente Médio quando se fala de perseguição, contudo, existem graus de perseguição e tanto você, quanto eu, sofremos perseguições. O segundo, fala do poder da oração.

Alerto que já uma batalha praticamente invisível aos olhos humanos. Travadas nas regiões celestiais, aparentemente inofensivas, longe dos nosso olhos, mas muito mais perto do que podemos achar. E é nesta batalha que é decidido muito de nossas vidas.

É intrigante termos a noção disso apenas depois que entregamos nossas vidas a Cristo. Não é raro ouvir de alguém: "Quando eu farreava, nunca faltava dinheiro. Agora que sou cristão de verdade, falta até para comer!" A explicação: Antes você fazia a vontade do diabo, agora, pertencendo a Cristo, você é atacado por todos os lados.

Daniel e a resposta de suas orações

Deus é um ser muito interessante. Eu estava pensando em uma passagem sobre Daniel que fala da resposta a uma de suas orações, quando então me deu uma vontade enorme de assistir ao filme. Antes, devo alertar que, Daniel, era um homem de oração, orava três vezes ao dia; fazia o seu papel sendo homem íntegro e temente a Deus. Nesta altura, havia jejuado por três semanas e estava impaciente pois a resposta de suas orações não chegavam.

E depois de algum tempo, Daniel teve uma visão e um anjo lhe disse:
Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.” (Daniel 10:12-13) 
Perceba a afirmação: "desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras" [...]. Ou seja, as orações de Daniel foram ouvidas e prontamente atendidas, contudo, algo aconteceu: "Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, [...]. E este fato é a razão desta postagem e a relação que vi no filme e nas nossas vidas.

A estratégia


Não servi nas forças armadas. Mas acredito que se há algo que pode derrotar um inimigo é o ataque por duas frentes (dois lados). Imagine um exército vindo em sua direção com todo o seu poder e fúria. Que estratégia usaria? E se eu lhe dissesse que você poderia ter a ajuda de um outro exército atacando o seu inimigo por trás? Ficaria mais plausível a sua vitória?

Nós temos a tendência de entregar tudo nas mãos de Deus e somos ensinados a "descansar no Senhor". Me perdoem os que acreditam nisso, mas estou vendo que não devemos agir bem assim. O "descansar no Senhor" não quer dizer que devemos orar uma única vez e pronto. Vejo mais isto como um ato de covardia de nossa parte, pois o problema também é nosso e nos acomodamos a deixar de orar por aquilo que desejamos.

Ora, se Daniel teve as respostas de suas orações atrapalhadas por Satanás, acredita mesmos que as nossas não serão? Não quero dizer aqui que devemos ficar todo o tempo orando para obter as mesmas coisas, pedindo, pedindo e pedindo. Mas sim, pedir e ficar glorificando o Senhor na certeza que, se nossos pedidos são agradáveis a Deus, Ele fará assim como desejamos.

Atacar o inimigo, depois de suas orações a Deus pode parecer para muitos um problema. O inimigo com certeza não ficará parado enquanto você ficar em oração, glorificando e dando a Deus o seu devido louvor e adoração. Vem  ataque certo. Mas e você, vai recuar? Costumo a dizer, quando vou evangelizar e estou de certa forma triste pelas batalhas infindáveis, que eu levo comigo dois botijões de gás. Se o diabo aparecer, eu explodirei tudo.

As vezes, quando a minha filha me pedi algo e eu nego, ela fica repetindo o mesmo pedido por minutos a fio. Com certeza isto me irrita, mas na mente dela, de tanto ela insistir, eu posso mudar de ideia. Mas quando eu lhe falo: "Eu já ouvi!" ela sai e fica me olhando de longe com aquele olhar de: "Não esqueça do que eu lhe pedi". O olhar dela é como se fosse as nossas orações. Não precisamos ficar repetindo os nossos pedidos, Deus já os sabe, mas devemos sim é nos conter em ficar agradecendo a resposta em nossas orações - independente da que for dada. Que tal experimentarmos pedir algo a Deus e as demais orações só ficarmos agradecendo a resposta?

Conclusão

Engana-se quem acha que o diabo não existe. Quando evangelizo, vez ou outra eu pergunto se a pessoa acredita em Deus numa escala de 0 a 10. Geralmente Deus recebe a nota mais alta. Então pergunto, o quanto ela acredita no diabo. As notas sempre são baixas. Ledo engano. A mesma nota que se dá para Deus, devemos dar ao diabo. Entenda que não uma nota de congratulação, mas de acreditar em sua existência e em sua influência nas nossas vidas. Se dou nota 10 para Deus e 2 para o diabo, ele - o diabo, pode usar de suas sorrateiras artimanhas do tipo: "Cheira uma vez só, não vai lhe fazer mal" - assim sendo, a importância dos nossos deslizes podem passar desapercebidos por acreditarmos na mentira de que "tudo é normal..." "Deixe de ser careta..."

Entender e aceitar que existe um mundo espiritual e que a todo instante há uma batalha sendo travada, nos faz ficar alertas para as armadilhas que podemos encontrar neste mundo. Sermos prudentes quando vemos algo que é tentador, observar o que aquele fato realmente é de verdade é o primeiro passo para encaramos as batalhas que todos nós temos que enfrentar.

Não se engane, a vida do seu irmão não é tão próspera assim. Nunca é tão fácil e nunca está um mar de rosas. O inimigo é fugaz e ataca sempre na área que mais somos vulneráveis. Quer uma prova? Pare e pense: O que neste momento está faltando na sua vida? A situação financeira está difícil por exemplo? Já reparou que todos os problemas vão direito para esta área?


E o que dizer dos filhos? Você vive na igreja, aparece mais por lá do que o pastor. Mas seus filhos estão afastados, tornaram-se viciados ou tem ódio da igreja. Se passa por isso, a falta de dinheiro não tira muito o seu sono não é? Sabe o motivo? O diabo sempre ataca naquela área que somos mais vulneráveis.

Portanto meus amados, o jejum e a oração, são as nossas armas para batalhar junto com Deus. Acho - isto vem de mim, que quando você ora para Deus pedindo algo realmente importante, Deus deve dizer: "A peleja é minha meu filho." Então Ele - Deus, vai batalhar por você.

Mas Deus, olha para trás e vê ali, no campo de batalha, com a couraça desajustada, as alpargatas maiores do que os seus pés, o escudo pesado e a espada pouca afiada de um ser tão pequeno e indefeso... Deus olha e deve pensar: "Meu filho amado, não retrocedeu. Quer ficar junto ao seu Pai e guerrear? Vamos, vem comigo, vamos para a batalha contra o diabo!"

E você? Está pronta para a batalha?

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Evangelismo El-Betel em Maracanaú-Ceará

Alguns dias atrás, eu fui ajudar na evangelização de uma das congregações da Igreja Batista El-Betel. Minha ajuda, foi com fotos e ser ouvinte de um testemunho dos mais fortes que já tinha ouvido até então.


Conversar com amigos, almoçar fora, deitar no chão frio de uma igreja, ou ainda pela folia de andar de ônibus (tem gosto pra tudo), bem, não sei que motivos levam as pessoas acordarem cedo no sábado, deixando a família e o conforto do seu lar para evangelizar. Entrando em ruas e vielas apertadas, muitas vezes sob o olhar tenso dos moradores que olham para aqueles "bando de loucos" de Bíblia nas mãos e folhetos já apontados para todos os que se apresentarem a frente.

Bom, eu, a princípio , fui fotografar, fui fazer meu papel de "tijolinho" na grande muralha da fé Cristã, fui fazer a minha parte: fotografar.






 
As fotos acima foram feitas durante a ação social que ocorreu dentro da igreja em Maracanaú. Teste de glicemia, verificação de pressão, corte de cabelo e aplicação de flúor, foram as ações.


Sol escaldante, pouca gente na rua - mas isto não é problema

Sair por ruas desconhecidas e praticamente desertas, é assim que caminhamos, Mas nada impediria aquela batidinha nas portas de vez em quando.






Tem mais...

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Quem o Papa pensa que é?

Atitudes como estas são no mínimo de enojar qualquer cristão que busca na Palavra de Deus o caminho para a salvação.



Lembro que quando iniciou o seu mandato, o Papa Francisco foi apontado como um defensor do homossexualismo, tanto que muito amigos católicos do meu último emprego disseram que se ele absorvesse a causa homossexual, sairiam da igreja católica. Pois bem, espero vocês na minha igreja.

Qual o motivo?

Estava tomando café da manhã e seria um dia como outro qualquer, mas no final do jornal da Globo News, uma reportagem me chamou a atenção. A reportagem mostrava uma carta recebida por um casal homossexual brasileiro enviada pelo Papa Francisco em que "invocando para a sua FAMÍLIA  a abundância das graças divinas, a fim de viverem constante e fielmente a condição de CRISTÃOS, como bons filhos de DEUS [...]".


Não sou contra os homossexuais, aprendi a amá-los e respeitá-los no momento em que tive uma turma de aproximadamente quinze alunos na qual muitos eram homossexuais. Respeito a todos e os amo tanto que peço muito a Deus que me dê sabedoria para conversar com eles sobre Deus. Mas há coisas, que não posso ficar calado. E o problema aqui não é contra eles mas sim contra a ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana), que de um tempo para cá está se mostrando "aberta" demais para questões tão delicadas. E deixando de mostrar aquilo que Deus deixou claro.

O que deveria ter?

Não sei, mas na Bíblia há bastante versículos que condenam a prática do homossexualismo¹ (de uma forma geral), mas parece que o Monsenhor Paolo Borgia, ou esqueceu dos versículos, ou não leu a carta do casal e respondeu no famoso "copiar e colar" ou ainda a carta é uma fraude.


É bem certo que a carta não foi respondida diretamente pelo Papa Francisco. Então, o
Monsenhor Paolo Borgia, pode ser um dos defensores do homossexualismo da ICAR. Ou, quem sabe se a carta teve o aval do Papa Francisco, então estamos com problemas do que é seguira a Bíblia.

Na minha opinião poderia ter algum trecho em que alertasse ao casal que, embora a igreja não condene tal ato (que já é um absurdo), eles terão que prestar conta de seus atos a Deus. Ou quem sabe uma mensagem para abandonarem os seus pecados e terem uma vida dedicada a Deus e seus mandamentos. Não sou eu que condeno, pois nada sou e nunca serei digno que condenar algo de alguém, mas Deus, este sim condena e não podemos ficar calados pelo fato de que, se somos cristãos sinceros, nos preocupamos com as almas e nos entristecemos pela eminente condenação.

O que pode ser feito?

Orar e orar! Sim, orar para que o casal possa ser alcançado pelo Espírito Santo de Deus e que abram os seus corações de maneira que se arrependam dos seus pecados e busquem o amor verdadeiro que só encontramos em Cristo.

Apelo

Fica aqui o meu apelo aos meus amigos católicos para não deixarem que o nome de Deus seja tão envergonhado como o Monsenhor Paolo Borgia representando o Papa Francisco e a ICAR o fez. E se você foi um daqueles amigos que declarou a sua saída da ICAR se a mesma endossasse o apoio a tal prática abominável aos olhos de Deus, com certeza terá uma igreja evangélica perto de sua casa, ou se preferir, venha para a que eu congrego, basta entrar em contato que terei muita felicidade de lhe mostrar "a verdade".

Graça e paz.



1 - https://www.bibliaon.com/homossexualismo/

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Evangelismo, Santa ceia, dia dos pais e noivado

Um final de semana bem agitado na fotografia. E quando todos os eventos estão relacionados com a igreja que congrego, imagine: poderia ter um final de semana mais emocionante?


Evangelismo

Missão Canindé, este foi o título da ação que levou um ônibus lotado e mais alguns veículos para a cidade de Canindé no Ceará. Lá aconteceu uma ação social que ofereceu corte de cabelo, distribuição de roupas, exames de glicemia, verificação de pressão e outras ações.








Santa Ceia e dia dos pais

No domingo também foi dia de Santa Ceia e os presentes tiveram uma grande surpresa. Os filhos foram levados até o altar e junto com o coral, cantaram e encantaram os pais ali presentes.

Um parêntese pessoal: meus dois filhos estavam no meio da apresentação, emoção em dobro para mim.









Noivado

Tive a honra de fotografar o noivado entre os irmãos Daniel e a irmã Regina, companheiros de evangelismo. E foram fotos feitas com muito sentimento, pois bem sei como é importante este passo para que mais uma família se forme perante Deus.




Mais fotos

Para ver mais fotos acesse o nosso álbum, lá você encontrará também fotos de outros eventos da Igreja Batista El-Betel. Para acessar, clique aqui.